19 abril, 2006

Nana 01

Image hosting by Photobucket
Este é mais um dos muitos animes que estrearam nas últimas três semanas. No entanto, Nana é diferente numa só coisa. A de ser, aquele que provavelmente, era o anime mais esperado. Com milhares de fãs no Japão e não só. Contando com um Manga de sucesso e um filme Live-ction (com actores reais), Nana é um fenómeno.

Este anime / manga / filme conta-nos a história de duas raparigas, ambas chamadas Nana, ambas com 20 anos e que se conhecem acidentalmente. As duas tem vidas diferentes e personalidades muito distintas.
Para simplificar as coisas vou chamar Nana R. á da esquerda e Nana O. à da direita (na imagem de topo do tópico).

Nana O. é a vocalista de uma banda Rock e muito gótica, nunca deixando de ser elegante e educada.
Nana R. é uma pessoa muito descontraída, distraída e até muito, mesmo muito "easy-going", ou seja, deixa-se levar pelo paleio dos outros.

Eu já tinha tido a opurtunidade, há um ano atrás, de ler o primeiro capítulo do manga, e lembro-me de o achar muito, muito interessante. No entanto, e na minha ignorância, pensei que fosse apenas um one-shot e nunca mais procurei saber nada sobre ele. Mais tarde contudo, soube que na verdade era um manga serializado e que iria para o grande e pequeno ecrã. Mesmo com a curiosidade crescente, decidi não retornar ao manga e esperar para a saída do anime. E não me arrependo.

Nana, o anime, está maravilhosamente ilustrado, o desenho das personagens está muito fiel ao da mangaka (que é a mesma de Paradise Kiss). As vozes estão perfeitas e a Banda Sonora é linda. A sequência de abertura e a de fecho são ambas fabulosas, tanto a nível musical como visual.
Embora o anime tenha começado diferente do manga, tanto quanto sei, começou no mesmo ponto que o filme. Não que seja mau, pois o manga tinha começado um pouco antes das Nanas se conhecerem, enquanto o anime começa na altura exacta em que elas se encontram pela primeira vez.
Free Image Hosting at www.ImageShack.us Free Image Hosting at www.ImageShack.us Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Resumo:
Nana R. recebe finalmente uma boa notícia. Já se pode mudar para Tóquio. Ela nem espera pelo dia seguinte e larga tudo para ir apanhar o comboio para a grande cidade, deixando apenas uma nota (muito engraçada) aos seus pais e irmãs. (A cena onde ela fala da família é o máximo. Nana O. é hilariante).
Já no comboio, Nana O. apercebe-se de que este está apinhado de gente. Há apenas um lugar vazio, ao lado de uma rockeira. mas este assento está ocupado por uma guitarra.
Enquanto Nana R. tenta chamar a atenção da Rockeira, que por sinal está muito entretida com a música nos auscultadores, o comboio pára abruptamente.
Depois de uns solavancos, Nana R. é convidada a sentar-se, com um grande sorriso da Rockeira.
Nana R. fica preocupada quando o comboio parece não começar a andar e começa a admirar a mulher ao seu lado, dissendo como ela é linda e perguntando-se se ela não será uma estrela da televisão. (Realmente a Nana O. está muito linda).
As duas acabam por iniciar uma conversa casual, onde ficamos a saber que ambas vão viver para Tóquio e ambas têm a mesma idade, embora brinquem com o facto de Nana R. parecer muito mais nova e Nana O. parecer muito mais velha.
O telefone de Nana R. toca e é nesta altura que Nana O. se apercebe do nome de Nana R. (elas ainda não se tinham apresentado).
Ao telefone estava o namorado de Nana R. e quando esta desliga começa a falar amorosamente do namorado e propõem um brinde ao sucesso dele na universidade. Mas Nana O. recusa-se, propondo um brinde a duas Nanas de 20 anos que vão para Tóquio e se encontraram por acaso no mesmo comboio.
A partir desse momento, Nana R. fala sem parar até à estação. (Ela não fecha a matraca :P)
As duas acabam por se separar na estação.
Nana R. vai para casa do namorado e dorme lá. No dia seguinte, no entanto, ao invés de ir procurar um emprego e uma casa, passa o dia a arrumar a casa do namorado e a cozinhar "Love Love Food" (Ela é mesmo o máximo). Mas as coisas não correm como ela tinha previsto e o namorado fica chateado por ela não ter feito nada de jeito o dia todo. Por isso no dia seguinte Nana R. vai á caça de casas baratas e encontra uma perfeita.
Free Image Hosting at www.ImageShack.us Free Image Hosting at www.ImageShack.us Free Image Hosting at www.ImageShack.us Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Mas, chegando ao local, o agente imobiliário repara que já lá estava mais algum cliente, que acaba por ser a Nana O.
Depois de muita confusão e discussão, ambas decidem dividir o apartamento.
Free Image Hosting at www.ImageShack.us Free Image Hosting at www.ImageShack.us Free Image Hosting at www.ImageShack.us Free Image Hosting at www.ImageShack.us
E é assim que termina o primeiro episódio. Nana é um anime que seguirei com afinco. Está soberbamente bem feito.
Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Música de Abertura: "Rose" de Tsuchiya Anna

Música de Fecho: "A little pain" de Olivia
Manga original: Ai Yazawa

9 comentários:

Anónimo disse...

Esse anime eh mto bom!!! ^^

Anónimo disse...

Cool blog, interesting information... Keep it UP » »

Anónimo disse...

Excellent, love it! »

Tangerina disse...

Este anime é realmente soberbo! Tal como tu, fiquei interessada desde o primeiro episódio. Neste momento desespero pelo 45º episodio.... Ja esteve no youtube, mas com a sua politica de retirarem os animes, ja nao esta disponivel... -.-'
quais os episodios que já viste? onde os arranjaste?
como tens o teu mail disponivel, vou tomar a liberdade de te adicionar ^^

Anónimo disse...

esse anime é mto bom ..toh loca pra q saia a segunda temporada!^^

Anónimo disse...

*_*
Anime Mto Fodah!

:D

Adoroooo!

raahh disse...

melhor anime que eu já vi... definitivamente ♥

Misato disse...

Gostei desta série, mas não é a minha preferida de Ai Yazawa.

A Nana Ozaki é punk e não gótica, a alta percentagem de roupa Vivienne Westwood comprova isso. A música é outra história, mas isso tem a ver com a cultura musical dos japoneses que é um bocado "desviada".

Porque chamaste à Nana (Hachi) Komatsu de Nana R.?

Pandora disse...

Estou acompanhando o anime e estou achando ele simplesmente perfeito, as Nanas são incrivelmente reais em suas angustias e maneiras de lidar com a vida!!! Seu comentario também é impecavel!!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails